Boehringer vira a quinta maior veterinária do país

Luiz Henrique Mendes – Valor Econômico:

Após comprar a indústria veterinária Merial em uma troca de ativos com a francesa Sanofi, a multinacional alemã Boehringer Ingelheim assumiu a vice-liderança global em saúde animal. No Brasil, onde tinha atuação restrita, será a quinta maior indústria veterinária, afirmou ontem o principal executivo da divisão de saúde animal da Boehringer no país, o peruano Paco Escudero.

Em evento realizado em São Paulo para apresentar a transição da Merial para a Boehringer, ele afirmou que a multinacional alemã não tinha fábricas na área de saúde animal no Brasil. Na prática, a companhia só comercializava produtos especialmente vacinas voltados para o mercado de suínos. Esses produtos eram importados de fábricas nos EUA e no México.

Após a compra da Merial, a Boehringer ganhou musculatura no Brasil. Com um complexo industrial em Paulínia, na região de Campinas (SP), a Merial faturava anualmente mais de R$ 750 milhões no país, levando em consideração as vendas intra-companhia em outros países. O mercado brasileiro de saúde animal movimenta em torno de R$ 4,5 bilhões ao ano.

A jornalistas, Escudero afirmou que, ainda que a Boehringer tivesse uma atuação pequena no Brasil a companhia não estava sequer entre as dez maiores no país, a união com a Merial representa uma “complementaridade” do portfólio de produtos vendidos no país. De acordo com ele, o segmento de suínos representava “não mais de 5%” das vendas da Merial no Brasil. Com a Boehringer, essa fatia aumentou para 15%.

Com a incorporação da Merial, a Boehringer tem agora o segmento de bovinos como a maior área de atuação, representando aproximadamente 35% das vendas, segundo Escudero. E a operação em bovinos tende a crescer, visto que a nova fábrica de vacinas contra febre aftosa construída pela Merial em Paulínia está pronta e só depende da autorização do Ministério da Agricultura para começar a funcionar. “Estamos muito perto de inaugurar”, afirmou Escudero.

Em todo o mundo, o faturamento combinado da Boehringer e Merial em saúde animal supera € 4 bilhões no ano passado, a Merial faturou cerca de € 2,5 bilhões de euros. A líder mundial na área de saúde animal é a Zoetis (antiga divisão veterinária da farmacêutica americana Pfizer), que reportou vendas de € 4,25 bilhões em 2016.

No Brasil, a Boehringer é superada por Zoetis, MSD braço da Merck, Elanco e Ourofino.