abiquiflashes 020

  • Medicamento (1): o medicamento à base de insulina é o fármaco mais exportado pelo Brasil que o envia a várias partes do mundo. Em 2018, até abril, foram exportados US$ 67,8 milhões deste tipo de medicamento.
  • Contraceptivos: as preparações químicas contraceptivas fabricadas no Brasil têm excelente mercado no exterior, principalmente na América Latina. Nos primeiros quatro (04) meses de 2018 foram exportados US$ 11,3 milhões destas preparações.
  • Medicamentos (2): US$ 14,3 milhões foi o montante exportado pelo  Brasil em 2018, até abril, em medicamentos à base de cefalosporinas, o que atesta a excelente qualidade dos medicamentos produzidos no Brasil.

abiquiflashes 019

  • Abril (1): as exportações da cadeia produtiva farmacêutica brasileira atingiram US$ 558,1 milhões em 2018, até abril, excelente contribuição para as exportações brasileiras de manufaturados.
  • Abril (2): já as exportações de medicamentos até abril de 2018 somaram US$ 304,9 milhões, dirigidas a vários países, principalmente para membros da União Europeia.
  • Abril (3): a exportação de insumos farmacêuticos (ativos e excipientes) alcançou a cifra de US$ 253,2 milhões até o quarto mês de 2018, participação expressiva  nas exportações da cadeia produtiva farmacêutica brasileira.

abiquiflashes 018

  • União Europeia: US$ 71,3 milhões em medicamentos foi o montante enviado pelo Brasil para este bloco econômico em 2018, até abril. Este destino é muito importante para as exportações brasileiras de manufaturados.
  • Malásia: este país asiático é mercado certo para as exportações brasileiras do poderoso anticoagulante heparina, obtido por extração de mucosa intestinal bovina e suína. No primeiro quadrimestre de 2018 o Brasil enviou para aquele país US$ 1.414.167,00 em heparina, ao preço  médio de US$ 5.377,06/kg.
  • NAFTA: composto por Canadá, EUA e México, este bloco econômico do norte é um regular importador de medicamentos produzidos no País. Em 2018, até abril, foram exportados US$ 70,0 milhões em medicamentos de vários tipos para este destino.

abiquiflashes 017

  • União Europeia (1): este bloco econômico é destino certo para as exportações brasileiras de ácidos biliares. Estes sais com ação colerética e colagoga contribuíram em 2018, até abril, com US$ 8.982.842,00 para as exportações à União Europeia.
  • União Europeia (2): a lisina, importante aminoácido, encontra excelente mercado em países que fazem parte deste bloco econômico europeu. Nos primeiros quatro (04) meses de 2018, o Brasil exportou US$ 10,4 milhões deste farmoquimico e seus sais e ésteres.
  • União Europeia (3): ao preço médio de US$ 331,82/kg o Brasil exportou para a União Europeia em 2018, até abril, a soma de US$ 6.653.466,00 em heparina, particularmente  para a Espanha. A heparina é um poderoso anticoagulante, extraído da mucosa intestinal de bovinos e suinos.

abiquiflashes 016

  • EUA (1): este país do NAFTA é um regular importador de medicamentos produzidos no Brasil, com destaque para os medicamentos à base de cefalosporinas. Em 2018, até abril, foram enviados àquele destino US$ 27,9 milhões em vários tipos de medicamentos.
  • EUA (2): o ácido salicílico, além da sua propriedade queratolítica é o principal intermediário para a produção de aspirina, por um processo de acetilação. Nos primeiros quatro (04) meses de 2018, o Brasil enviou ao Tio Sam, US$ 2.574.062,00 em ácido salicílico.
  • EUA (3): o Brasil é um destacado produtor mundial de aminoácidos. Em 2018, até abril, foram exportados para este país do norte, US$ 4.337.088,00 em alguns tipos de aminoácidos, que representam a expressão mais simples das proteínas.

abiquiflashes 015

  • China (1): a arginina, importante aminoácido, que é fabricado no  Brasil, tem um excelente mercado neste país asiático. Em 2018, até abril, foram exportados para a China US$ 4.912.991,00 em arginina e seus sais.
  • China (2): em 2018, até abril a China recebeu 1.365 kg de heparina produzida no Brasil, resultando em US$ 2.614.669,00 de receita. A heparina é um poderoso anticoagulante.
  • China (3): US$ 1.384.928,00 foi o montante enviado para a China em 2018, até abril em medicamentos produzidos no Brasil, particularmente os medicamentos contendo cefalosporinas.

abiquiflashes 014

  • Argentina (1): este país austral é um importador regular da lisina fabricada no Brasil. Em 2018, até abril, foram destinados à Argentina US$ 2.410.664,00 de lisina, seus sais e ésteres.
  • Argentina (2): membro do Mercosul, a Argentina é um dos principais destinos dos medicamentos produzidos no País. Nos primeiros quatro (04) meses de 2018, foram enviados àquele país US$ 28,2 milhões em medicamentos dos mais variados tipos.
  • Argentina (3): as vacinas para uso humano, têm mercado certo neste país do sul. US$ 1.172.484,00 foram exportados para aquele destino em 2018, até abril, em vacinas para uso humano para as diversas finalidades.

abiquiflashes 013

  • virginiamicina: este antibacteriano é um antibiótico amplamente usado em veterinária. Especialmente para o Canadá, em 2018, até abril o Brasil exportou US$ 5.359.514,00 deste farmoquímico.
  • Cefalosporinas: o Brasil é produtor de alguns antibióticos cefalosporínicos. Em 2018, até abril, foram exportados 3.233 kg deste tipo de antibióticos, por US$ 1.930.618,00. Preço médio de US$ 597,16/kg.
  • ácido salicílico: este ácido tem ação queratolítica e é o principal intermediário na produção de aspirina, por um processo de acetilação. Em 2018, até abril o Brasil, enviou ao exterior US$ 3.933.685,00 deste ácido.

abiquiflashes 012

  • ácidos biliares: classificados no código NCM 2918.19.20, estes ácidos apresentam ação colerética e colagoga. Em 2018, até abril, foram exportados US$ 16,9 milhões destes ácidos.
  • lisina: este aminoácido é fundamental no desenvolvimento e manutenção do corpo humano. Em 2018, até abril o Brasil exportou US$ 27,6 milhões de lisina, seus sais e ésteres para várias partes do mundo.
  • pilocarpina: este alcaloide é extraído de plantas cultivadas no nordeste brasileiro (Maranhão e Piauí) e é usado no tratamento do glaucoma. US$ 2.085.263,00 foram exportados em 2018 até o mês de abril.

abiquiflashes 011

  • heparina: US$ 12.895.224,00 deste importante anticoagulante foram exportados pelo Brasil, em 2018, até abril. Em peso foram 22.380 kg, resultando em um preço médio de US$ 576,19/kg.
  • sulfato de condroitina: este farmoquimico é extraído de cartilagens de aves, bovinos e suínos. É usado no tratamento de artrites e artroses. Em 2018, até abril o País exportou US$ 1.923.768,00 deste produto.
  • celulose microcristalina: este excipiente é amplamente usado na indústria farmacêutica na produção de comprimidos. Nos quatro primeiros meses de 2018 o Brasil enviou ao exterior 2.133.323 kg deste produto por US$ 6.589.607,00.