Entries by abiquiflashes

abiquiflashes (27/04/2015 – 374)

sulfato de condroitina: este farmoquímico é importante no tratamento da artrose e é produzido a partir de cartilagens de bovinos, suínos e aves. Em 2015, até março, o Brasil exportou US$ 1.350.432,00 deste produto, com grandes possibilidades de aumento de volume de exportações em 2015. Excipiente: a celulose microcristalina é um excipiente amplamente usado na […]

abiquiflashes (23/04/2015 – 373)

Vacinas (1): o Brasil não é um tradicional exportador de vacinas para uso veterinário. Contudo, até março de 2015, foram exportados US$ 8.763.985,00 deste tipo de vacinas. Vacinas (2): do total acima, US$ 2.636.770,00 referem-se à vacina contra a febre aftosa, particularmente enviada para países limítrofes, o que é importante para a proteção do nosso […]

abiquiflashes (20/04/2015 – 372)

Medicamentos (1): o medicamento à base de insulina (NCM 3004.31.00) continua sendo o medicamento mais exportado pelo Brasil. Em 2015, até março, enviamos ao exterior US$ 56,5 milhões deste tipo de medicamento. Medicamentos (2): também os medicamentos à base de antibióticos têm um bom mercado no exterior, em particular na América Latina. US$ 20,5 milhões […]

abiquiflashes (16/04/2015 – 371)

Março (1): as exportações brasileiras da cadeia produtiva farmacêutica, no primeiro trimestre de 2015, alcançaram a cifra de US$ 399,5 milhões, atingindo vários mercados internacionais. Março (2): do total acima, US$ 239,5 milhões correspondem a medicamentos, o que atesta a excelente qualidade das produções brasileiras. Março (3): os farmoquímicos e adjuvantes farmacotécnicos, no mesmo período, […]

abiquiflashes (13/04/2015 – 370)

Itália (1): o país romano é o principal importador de ácidos biliares (NCM 2918.19.29) do Brasil. Em 2015, até fevereiro, foram exportados àquele país US$ 3.706.323,00 destes ácidos. Itália (2): US$ 1.131.220,00 em ésteres e sais de lisina foi o valor enviado à Itália em 2015, até fevereiro, deste importante aminoácido essencial para o desenvolvimento […]

abiquiflashes (09/04/2015 – 369)

Canadá (1): membro do NAFTA, o Canadá é o mais importante importador de virginiamicina do Brasil. Este antibiótico é amplamente usadoem veterinária como antibacteriano e promotor do crescimento. Em 2015, até fevereiro, foram enviados àquele país do norte US$ 6.010.536,00 deste antibiótico. Canadá (2): US$ 5.064,00/kg foi o valor da heparina exportada para o Canadá […]

abiquiflashes (06/04/2015 – 368)

EUA (1): US$ 13.427.538,00 é o montante de medicamentosexportados para os EUA nos dois primeiros meses de 2015, destacando-se os produzidos à base de cefalosporinas (NCM 3004.20.59) e à base de insulina (3004.31.00). EUA (2): os aminoácidos são a estrutura básica das proteínas e importantes no desenvolvimento e manutenção do corpo humano. US$ 2.346.255,00 de […]

abiquiflashes (02/04/2015 – 367)

Dinamarca: este país nórdico recebeu do Brasil em 2015, até fevereiro, a importante soma de US$ 29,1 milhões de medicamentos à base de insulina (NCM 3004.31.00), o que confirma a excelência das produções brasileiras de medicamentos. Argentina: US$ 14.809.886,00 em medicamentos foram enviados ao país austral no primeiro bimestre de 2015. A Argentina é um […]

abiquiflashes (30/03/2015 – 366)

Anticonceptivos: as preparações químicas contraceptivas representam um importante item na pauta das exportações brasileiras de manufaturados. Em 2015, no primeiro bimestre, foram enviados ao exterior US$ 6.591.453,00 destes produtos. Plantas: o Brasil exporta alguns farmoquímicos extraídos de plantas cultivadas no nordeste brasileiro, tais como rutina, pilocarpina e quercetina. Estas exportações renderam em 2015, até fevereiro, […]

abiquiflashes (26/03/2015 – 365)

Fevereiro (1): até o segundo mês de 2015 a cadeia produtiva farmacêutica brasileira exportou US$ 238,3 milhões, ligeiramente abaixo das exportações do mesmo período de 2014. É de se esperar uma reação positiva a partir de agora em função da variação cambial favorável às exportações. Fevereiro (2): do valor acima citado US$ 136.429.691,00 correspondem à […]