Entries by abiquiflashes

abiquiflashes (09/04/2018 – 651)

Alemanha: este país europeu é destino certo para as exportações brasileiras de ésteres e sais do aminoácido lisina, importante na manutenção do corpo humano. Em 2018, até fevereiro, o Brasil enviou àquele país US$ 2.863.027,00 destes produtos. Espanha: a heparina (inclusive o complexo heparínico) tem neste país ibérico um excelente mercado para as produções brasileiras. US$ […]

abiquiflashes (02/04/2018 – 649)

Mercosul (1): o Mercado Comum do Sul é um destino regular para a exportação de vacinas para uso veterinário. Em 2018, até fevereiro o Brasil exportou para este bloco econômico US$ 1.255.154,00 destas vacinas. Mercosul (2): os medicamentos produzidos  no Brasil (NCM 3004) naturalmente têm no Mercosul um mercado promissor. Nos primeiros dois (02) meses […]

abiquiflashes (26/03/2018 – 647)

ácidos biliares: estes ácidos com ação colerética e colagoga são importantes na exportação brasileira de farmoquimicos (NCM 2918.19.29). Em 2018, até fevereiro, foram enviados ao exterior US$ 9,0 milhões destes ácidos. Contraceptivos: as preparações químicas contraceptivas produzidas no Brasil têm bom  mercado nos países da América Latina. Até fevereiro de 2018 foram exportados US$ 2.656.545,00 […]

abiquiflashes (22/03/2018 – 646)

Medicamentos: o medicamento mais exportado pelo Brasil continua sendo o elaborado à base de insulina. Em 2018, até fevereiro, foram enviados ao exterior US$ 34,7 milhões deste produto, para várias partes do mundo. heparina: embora ainda com o preço médio muito baixo (US$ 465,00/kg), as exportações deste anticoagulante alcançaram em 2018, até fevereiro, US$ 4.946.693,00, […]

Exportação de bens industrializados tem ‘década perdida’

Sergio Lamucci – Valor Econômico:  O desempenho das exportações brasileiras de produtos industrializados tem desapontado desde a crise financeira global, que começou em 2007 e se agravou em 2008, com a quebra do Lehman Brothers. No ano passado, o volume exportado desses bens ainda estava 0,7% abaixo do de 2008, destaca o economista Fernando Ribeiro, […]

abiquiflashes (19/03/2018 – 645)

Fevereiro (1): o ano de 2018 começou com a cadeia produtiva farmacêutica brasileira exportando 245,7 milhões de dólares até o mês de fevereiro. Fevereiro (2): as exportações de medicamentos contribuíram com US$ 129,8 milhões do total da cadeia, representando 52,8% das exportações da mesma até fevereiro/18. Fevereiro (3): os insumos farmacêuticos (ativos e não ativos), por […]

abiquiflashes (15/03/2018 – 644)

Espanha: este país europeu é um destino regular para as nossas exportações de heparina (em suas várias formas). Em 2017 foram exportados para aquele país ibérico 65.298 kg de heparina por US$ 15,4 milhões, ao preço médio de US$ 235,26/kg. Mercosul-5: as vacinas para uso veterinário, particularmente a vacina contra febre aftosa, fabricada no Brasil, […]

abiquiflashes (08/03/2018 – 642)

Argentina: o mercado argentino de medicamentos (NCM 3004) é sempre uma boa opção para a exportação de medicamentos produzidos no Brasil. Em 2017, este mercado austral recebeu do País US$ 106,1 milhões em medicamentos dos mais variados tipos. Mercosul-5: mesmo com a crise econômica da Venezuela, este mercado comum foi o destino da exportação de […]

abiquiflashes (05/03/2018 – 641)

Malásia: US$ 2.662.156,00 foi o montante exportado pelo Brasil em 2017 do produto ácido glutâmico, importante aminoácido usado como suplemento nutricional. Exportações por capítulos: as exportações brasileiras de farmoquimicos, por capítulos da Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM), apresentaram o seguinte desempenho em 2017, em US$ FOB: Capítulo US$ FOB 05 47.466.732,00 12 9.790.618,00 13 15.753.638,00 […]

abiquiflashes (01/03/2018 – 640)

União Europeia (1): os ácidos biliares (NCM 2918.19.29) apresentam ação colerética e colagoga. Em função do seu extenso rebanho bovino o Brasil é um forte exportador destes ácidos. Em 2017 o País enviou para os países da União Europeia US$ 25,7 milhões destes farmoquimicos, especialmente para a Itália. União Europeia (2): a lisina (seus sais […]