abiquiflashes (28/08/2017 – 596)

  • ácido salicílico: intermediário na produção de aspirina e queratolítico, este ácido faz parte da pauta das exportações brasileiras. Nos primeiros sete meses de 2017 o Brasil exportou US$ 5.689.146,00 deste produto.
  • virginiamicina: este antibiótico produzido no Brasil é usado em veterinária como antibacteriano e promotor do crescimento. Em 2017, até julho, foram exportados US$ 30,2 milhões deste farmoquímico.
  • Cefalosporinas: o Brasil produz alguns antibióticos cefalosporínicos que têm interessante mercado no exterior, principalmente nos EUA. Até o mês de julho, em 2017, foram exportados US$ 5.305.573,00 destes antibacterianos.