abiquiflashes (27/11/2017 – 618)

  • Medicamento: o medicamento mais exportado pelo Brasil continua sendo o fabricado à base de insulina. Em 2017, até outubro, foram enviados ao exterior, principalmente para a Dinamarca, US$ 202,8 milhões deste tipo de medicamento.
  • heparina: esta importante substância anticoagulante é extraída da mucosa intestinal de bovinos e suínos. Destacado produtor mundial de heparina, em todas as suas fases de produção, o País exportou US$ 26,1 milhões em 2017, até outubro.
  • virginiamicina: na veterinária a virginiamicina é um destacado antibacteriano e promotor do crescimento. Nos primeiros dez meses de 2017, este farmoquímico contribuiu com US$ 43,1 milhões para a pauta das exportações brasileiras de manufaturados.