abiquiflashes (25/05/2017 – 570)

  • ácidos biliares: classificados no código NCM 2918.19.29 este produto colerético e colagogo é um dos principais itens das nossas exportações. Dirigidos principalmente para a Itália, o Brasil exportou US$ 20,8 milhões destes produtos no primeiro quadrimestre de 2017.
  • virginiamicina: usado em veterinária como antibacteriano e promotor do crescimento, este antibiótico contribuiu com US$ 17,3 milhões para as exportações brasileiras em 2017, até abril. O principal destino foi o Canadá.
  • celulose  microfina: o Brasil é um importante produtor deste excipiente usado pela indústria farmacêutica na produção de comprimidos. Nos primeiros quatro meses de 2017 foram exportados US$ 7,8 milhões deste adjuvante farmacotécnico.