abiquiflashes (22/05/2017 – 569)

  • Farmoquímicos: esta classe de insumos farmacêuticos contribui, regularmente, para o desempenho das exportações brasileiras. Em 2017, até abril, foram enviados a vários países US$ 183,5 milhões destes insumos farmacêuticos ativos (IFAs).
  • heparina: importante protagonista da terapêutica mundial, este anticoagulante é produzido no Brasil em suas três fases – complexo heparínico, heparina crua e heparina purificada. Nos primeiros quatro meses de 2017 o Brasil exportou US$ 10,6 milhões destas três fases de heparina ao preço médio de US$ 437,3 /kg.
  • ácido salicílicoqueratolítico e intermediário na produção da aspirina, as exportações deste ácido renderam ao Brasil US$ 3.522.462,00 em 2017, até o mês de abril.