abiquiflashes (09/04/2018 – 651)

  • Alemanha: este país europeu é destino certo para as exportações brasileiras de ésteres e sais do aminoácido lisina, importante na manutenção do corpo humano. Em 2018, até fevereiro, o Brasil enviou àquele país US$ 2.863.027,00 destes produtos.
  • Espanha: a heparina (inclusive o complexo heparínico) tem neste país ibérico um excelente mercado para as produções brasileiras. US$ 2.415.576,00 foram destinados àquele país nos primeiros dois meses de 2018.
  • Argentina: naturalmente a Argentina, por fazer parte do Mercosul, é um destino normal para as exportações brasileiras de medicamentos (NCM 3004). Até fevereiro de 2018, foram enviados àquele país austral US$ 10,8 milhões destes produtos.