abiquiflashes (01/03/2018 – 640)

  • União Europeia (1): os ácidos biliares (NCM 2918.19.29) apresentam ação colerética e colagoga. Em função do seu extenso rebanho bovino o Brasil é um forte exportador destes ácidos. Em 2017 o País enviou para os países da União Europeia US$ 25,7 milhões destes farmoquimicos, especialmente para a Itália.
  • União Europeia (2): a lisina (seus sais e ésteres) é um aminoácido amplamente usado em todo o  mundo. O Brasil, como destacado produtor deste farmoquimico, enviou para a União Europeia em 2017, US$ 10,2 milhões deste produto.
  • União Europeia (3): a pilocarpina (NCM 2939.79.31) é um alcaloide usado no tratamento do glaucoma. Extraídos de plantas cultivadas no nordeste brasileiro (Maranhão e Piauí) o Brasil exportou, em 2017, US$ 1.107.501,00 para este Mercado Comum Europeu.